Olá, garotas!

Hoje eu venho apresentar um dos lugares mais lindos e famosos do mundo: Paris. Esta cidade foi um dos destinos que eu e meu marido escolhemos para passar a lua de mel. Se existe um lugar que é grandioso, histórico, belo, com construções magníficas, arquitetura impressionante, super romântico e que te deixará de boca aberta grande parte do tempo, ahhhhh, esse lugar é Paris. Pois é, acho que já deu para perceber o meu amor pela cidade, não é mesmo? De todos os lugares que já estive, este é o meu preferido até aqui, confesso!

Então bora fazer mais esse tour comigo?

Torre Eiffel

Para quem não sabe, a torre é do século XIX, fica na Campo de Marte e se tornou uma das principais atrações da França. Vocês sabiam que ela é o monumento pago mais visitado do mundo? Posto merecido! O nome dela é em homenagem ao seu engenheiro projetista: Gustave Eiffel. Ao planejar a Exposição Universal de 1889, o governo da França fez uma competição de design arquitetônico de um monumento para ser colocado no centro de Paris, no Campo de Marte, e com mais de 100 designs participando o projeto da companhia de Eiffel, (criação de Maurice Koechlin, Émile Nouguier e colaboração de Stephen Sauvestre), ganhou o concurso! Ela foi concluída em 1889, em homenagem ao centenário da Revolução Francesa.

Eu era doida para conhecer a torre, então, como não poderia ser diferente, chegamos, deixamos as coisas no hotel, e fomos direto para lá 😀


 

 

Campo de Marte

Fica do ladinho da Torre Eiffel, ligando a Torre à Escola Militar. É uma das maiores áreas verdes de Paris. Devido a sua extensão, foi utilizado pelo exército francês como campo de treinamento no século XVIII. Desde 1709 começou a ser usado para abrigar grandes comemorações e ainda hoje é assim. Quando a Torre Eiffel foi concluída, o exército cedeu o campo para Paris e o arquiteto Jean-Camille Formigé o transformou no jardim atual.


 

Escola Militar de Paris

Quando saímos da Torre Eiffel e atravessamos o Campo de Marte chegamos a Escola Militar de Paris, complexo bem grande que possui instalações para treinamento militar. Luís XV a fundou em 1750, era um colégio que treinava os oficias que eram de famílias pobres. O projeto é de Ange-Jacques Gabriel e sua construção se iniciou em 1752, a abertura da escola foi em 1760, mas em 1777 foi reorganizada e chamada de Escola de Jovens Cavalheiros, esta teve Napoleão Bonaparte como aluno, em 1784.


 

 

Palais de Chaillot

Saindo da Escola Militar e voltando em direção a torre, passamos novamente por ela e do outro lado, ao atravessar a ponte sobre o Rio Sena, chegamos ao Palais de Chaillot, um palácio de exposições que abriga o: Museu do Homem, Museu Nacional da Marinha, Teatro Nacional de Chaillot e a Cidade da Arquitetura e do Patrimônio. Está localizado na Praça do Trocadéro e de Onze de Novembro. Ele é formado por dois pavilhões e em frente ao palácio fica o Jardim do Trocadéro, com esculturas, tanques, cascata e vinte jatos de água.


 

 

Rio Sena

Ao chegar a Torre Eiffel, já vemos o Rio Sena do outro lado do rua. Ele é um rio do norte da França que banha Paris e deságua no Oceano Atlântico. Sua extensão é de 776 km. Sobre ele existem trinta e sete pontes que foram construídas em épocas diferentes, a maioria delas são muito bonitas!


 

 

Tour de Barco pelo Rio Sena

Abaixo da ponte que atravessa o Rio Sena, tem um calçadão onde vendem vários tipos diferentes de tour pelo Rio Sena. É um passeio muito agradável, a vista é linda, ele passa pelos principais monumentos, museus, palácios e outros pontos turísticos de Paris, além disso, você tem a oportunidade de ver as diversas pontes maravilhosas do rio.

Como são várias as opções de passeios, alguns até com jantar incluso, nós optamos pelo Batobus, que além de oferecer o passeio, ainda é uma ótima opção de transporte. Ele tem oito paradas pelo percurso em pontos turísticos importantes. Você compra um ticket para uso ilimitado durante o dia, então você pode descer, visitar o local que quiser e depois voltar e esperar a próxima embarcação para ir a outro ponto turístico. O que nós fizemos foi usá-lo como meio de transporte durante o dia e à noite embarcamos para o passeio completo, sem descidas, foi tão romântico!


 

 

 

 

 

 

Os locais de embarque e desembarque são os seguintes pontos turísticos: Torre Eiffel, Musée d’Orsay, St-Germain-des-Prés, Notre-Dame, Jardin des Plantes/Cité de la Mode et du Design, Hôtel-de-ville, Louvre, Champs-Élysées and Beaugrenelle.

Acho que já está bom por hoje, né? Em um outro post conto mais um pouco de Paris para vocês e vou dando mais dicas 😉

E então, o que acharam de Paris e da história de alguns dos seus pontos turísticos?

Beijinhos.